Dirigentes

Diretor: Profª. Ana Maria Almeida da Costa
Currículo Lattes
Email:

Vice-diretor: Prof. Rodrigo de Araújo Monteiro
Currículo Lattes
Email:

Acesse o Plano de Gestão

Considerando a perspectiva da unidade da comunidade acadêmica da UFF Campos, por meio da participação efetiva e combativa dos docentes, técnicos-administrativos e discentes, reafirmamos o compromisso com o fortalecimento da inserção do ESR na cidade de Campos dos Goytacazes e Região Norte e Noroeste Fluminense, com os agentes públicos, privados e movimentos sociais; do diálogo com a comunidade acadêmica; e da celeridade e transparência nos processos e demandas institucionais.

Compreendendo a gravidade do momento em que a Educação Brasileira e suas Universidades, enquanto políticas públicas, no contexto nacional, encontram-se em contínuo processo de tentativas de desmonte – aprofundado pela atual pandemia, reconhecemos no Instituto, em suas dimensões, de ensino, pesquisa e extensão, múltiplos desafios na construção e administração estratégica da vida acadêmica e, neste sentido, o presente Plano de Gestão se pauta na direção do compromisso com o fortalecimento das relações institucionais internas e externas, via uma gestão democrática, sempre aberta às novas contribuições. Para tal, assumimos total compromisso com a continuidade e conclusão das obras da nova sede da UFF, “a Terra Prometida”, prosseguindo com todas as articulações necessárias com a Reitoria, com as/os parlamentares da bancada federal do Rio de Janeiro, juntos aos discentes, técnicos administrativos e docentes.
Apresentamos, assim, nossas propostas:

a) No campo da Política de Gestão dos Trabalhadores da Educação (docentes, técnicos-administrativos, terceirizados):
– Compromisso com a segurança institucional do corpo docente, técnicos-administrativos e terceirizados, bem como, o apoio com a liberdade de cátedra;
– Identificação de demandas descobertas e levantamento de perfis dos técnicos-administrativos, pensando e articulando suas possíveis aderências e, a partir desse conjunto de medidas e de novas propostas a serem realizadas, solicitar novas vagas junto à Reitoria;
– Ampliação do Fórum de Gestores para a Câmara Gestora, incluindo, além dos representantes estudantis, Chefes de Departamento e Coordenadores de Curso de Graduação e Pós-Graduação, representantes de técnicos-administrativos em assistência estudantil, acessibilidade etc.);
– Estímulo à qualificação de técnicos administrativos: a partir de base legal da UFF, será sugerido aos técnicos que apresentem, por seus setores, critérios para licenças e planos de cobertura, para possíveis afastamentos;
– Compromisso com a celeridade dos procedimentos administrativos no âmbito da Direção do ESR, relativos às demandas docentes como progressão, propostas de fomentos junto as agências e outras demandas específicas;
– Ampliação e fomento de diálogo com a comunidade acadêmica fortalecendo as instâncias formais deliberativas;
– Fortalecimento e ampliação da estrutura funcional da gestão local de pessoas;
– Aprimoramento da assistência estudantil, com envolvimento na discussão sobre permanência e saúde.

b) No campo da Política direcionada aos Discentes:
– Garantir autonomia do movimento estudantil e de suas diversas organizações e pautas (DCE, CAs, Coletivos, Atléticas, dentre outros);
– Apresentar posicionamento à Reitoria sobre a presença no ESR das Comissões de Verificação (socioeconômica, heteroidentificação e de pessoas com deficiência);
– Fortalecimento do Núcleo Pedagógico, com especial atenção ao acolhimento discente no campus, às políticas e práticas capazes de evitar evasão discente, num esforço constante da permanência e incentivo à Comissão de Avaliação Local;
– Inclusão como norte, na perspectiva da Interseccionalidade, tais como, acessibilidade, questões étnico-raciais e de gênero.

c) No campo das Políticas de Reposicionamento da UFF em Campos dos Goytacazes e Região Norte e Noroeste Fluminense:
– A direção se comprometerá a buscar parcerias com setores públicos, privados e sociedade civil organizada na cidade e na região, a fim de abrir novas perspectivas e parcerias, ampliando assim o leque de possibilidades de estágio para a formação e empregabilidade do corpo discente;
– Política de estímulo aos eventos na Unidade produzidas pelos departamentos e coordenações;
– Produção de agenda própria da Direção com eventos que discutam temas transversais aos cursos de graduação e de pós-graduação estimulando também o debate sobre a cidade e a região;
– Aproximação com órgãos dos poderes públicos e demais órgãos especializados da UFF para construção de uma agenda de promoção da saúde que atinja toda a comunidade da UFF Campos;
– Apoiar a construção do Projeto do Centro de Memória da UFF Campos;
– Fortalecer a Coordenação de Extensão da Unidade, apoiando e estimulando projetos de extensão voltados para a cidade e região;
– Recriação da Coordenação de Pesquisa da Unidade, apoiando e estimulando projetos de pesquisa;
– Aproximação com Secretarias Municipais para buscar parcerias na educação, esportes, lazer, assistência social e demais setores de interesse da Unidade;
– Ampliação do diálogo com as demais unidades do interior da região norte e noroeste fluminense, com vistas à construção de ações conjuntas no âmbito da pesquisa e da extensão universitária;
– Construir, em permanente diálogo, com a comunidade acadêmica e comissões os processos transitórios relacionados ao atual campus com o da XV de novembro, na perspectiva de unidade institucional – espaços diversos, galpão, biblioteca, acessibilidade; – Fomento de um campo estratégico de Direção que promova a articulação entre os três setores e seu fortalecimento, visando a construção de um ambiente institucional que viabilize e assegure o diálogo democrático, a segurança institucional e o sentimento de pertencimento, enquanto comunidade acadêmica.

d) No campo da Gestão das Políticas Administrativas/Organizacionais:
– Compromisso com a efetivação de um espaço cultural da UFF para a cidade, no galpão da XV de Novembro, construindo um ambiente de diálogo criativo entre universidade e cidade, de interação entre projetos e ações da UFF e da região, bem como, de valorização dos artistas locais/regionais, valorizando a sua localização no organograma institucional.
– Empenho no diálogo com a Reitoria e com outras instituições, na busca de parcerias para viabilização financeira do Galpão, no que se refere à obra de reforma que respeite, preserve e potencialize este patrimônio histórico e sua manutenção;
– Efetivar a organização regimental do espaço do Galpão, a partir do diálogo com os setores do Instituto e das deliberações das instâncias colegiadas;
– Garantir autonomia de departamentos, coordenações e demais órgãos da Unidade, bem como o diálogo com essas instâncias;
– Fortalecimento de Pós-Graduações já estabelecidas e estímulos à criação de novos Programas de Lato e Stricto Sensu;
– Apoio à Comissão de Espaço para construção de propostas relativas ao novo prédio da XV de Novembro;
– Construção de uma Política de Comunicação dando transparência a processos, editais, atividades e demais assuntos de caráter público da Unidade;
– Criação de um canal do ESR no Youtube para divulgar ações, lives e demais conteúdos produzidos a partir da comunidade do ESR, visando dar publicidade às atividades realizadas na Unidade;
– Levantamento das necessidades do ESR relacionadas ao corpo docente, técnico- administrativo e de terceirizados para solicitação de reposição e/ou ampliação de quadro de pessoal;
– Levantamento de necessidades patrimoniais do ESR para discutir as possibilidades de reposição junto à Reitoria;
– Democratização e transparência ao debate referente ao orçamento de livre ordenação;
– Articulação com demais universidades públicas e privadas da cidade e da região norte e noroeste fluminense, para construção de rede de apoio universitária: promover políticas de aproximação e criação de oportunidades de diálogos e parcerias entre as instituições e o poder público local;
– Apoio e fortalecimento das representações do ESR nos Conselhos da Universidade e nos demais órgãos superiores;
– Conclusão e implementação do Regimento Interno do ESR;
– Preparação do ESR para o retorno presencial seguro às atividades administrativas, de ensino, pesquisa e extensão, tão logo as condições sanitárias assim permitam;
– Compromisso com a celeridade dos procedimentos burocráticos administrativos no âmbito da Direção do ESR;
– Dar transparência aos agendamentos de transportes para a realização das atividades de ensino, pesquisa e extensão, assim como das condições dos veículos do Instituto;
– Atenção ao SPA valorizando a sua localização no organograma institucional e ampliando o diálogo sobre sua importância no Instituto e território, tendo em vista os atendimentos à população, bem como a formação de alunos;
– Atenção ao Programa de Extensão UNITI, valorizando a sua localização no organograma institucional, ampliando e fortalecendo o diálogo sobre sua importância no Instituto e cidade;
– Apoio permanente ao Pré-Vestibular Josué de Castro, ampliando o diálogo sobre sua importância no Instituto e território, tendo em vista os atendimentos à população local;

 

 

Copyright ©2017 - UFF CAMPOS - Todos os direitos reservados